Sobre Nós | Entre em Contato | Cadastre sua Pousada/Hotel/Hostel | Dicas para Pousadeiros
Temporal de domingo causa estragos no oeste catarinense | Rota Santa Catarina



Temporal de domingo causa estragos no oeste catarinense

Publicado por Edson Ribeiro em: 02/10/2017 | Categoria: Notícias



Agende seu passeio em Florianópolis




Ao menos 500 casas foram danificadas por um temporal com vento forte e granizo em Chapecó, no Oeste catarinense, na tarde de domingo (1). Conforme a Defesa Civil, ao menos outras 11 cidades foram afetadas pelo temporal. Um levantamento sobre os estragos deve ser concluído nesta segunda-feira (2).

 
De acordo com a Defesa Civil , em Chapecó, os atingidos retiravam lonas no quartel do Corpo de Bombeiros da cidade no início desta noite.
O coronel Fabiano de Souza, secretário adjunto de Defesa Civil, diz que Dionísio Cerqueira também está entre as cidades mais afetadas pelo temporal. Até o início desta noite, 50 chamadas de atendimento foram registradas pelo Corpo de Bombeiros da cidade.



“Ainda estamos fazendo o levantamento de afetados pelo temporal. Este número deve ser fechado na manhã desta segunda. Até agora, podemos dizer que houve registros de estragos em São Miguel do Oeste, Tunápolis, Itapiranga e São José do Cedro. Por enquanto, não temos dados sobre pessoas afetadas”, explicou.

 
Segundo a Defesa Civil, em Concórdia, uma casa foi parcialmente destelhada pela queda de uma árvore. Em Itá, outra residência foi danificada pelo temporal. Em Seara, a SC-283 estava em meia pista devido ao deslizamento de rochas de médio porte.

 
Em São Lourenço do Oeste, na Linha Santana do Bela Vista, foram danificadas pelo vento forte e granizo uma escola, igreja, ginásio, posto de combustível e um restaurante. Em Jardinópolis, o granizo atingiu 25 residências e um galpão desativado caiu em função do vento.



De acordo com a NSC TV, o temporal começou em Chapecó por volta das 16h40 e atingiu principalmente os bairros Grande Efapi, Jardim América, São Cristóvão, Santo Antônio, Alvorada, Eldorado, Bela Vista, Saic, Presidente Médice e Centro, conforme os bombeiros.

 
Cerca de 15 árvores caíram sobre residências e estradas e precisaram ser removidas pelo Corpo de Bombeiros.
“Amanhã, faremos um reunião no gabinete da prefeitura para buscar alternativas para o problemas e quais serão os próximos passos”, afirmou o coordenador Regional de Defesa Civil Clair Bazi.

 
Sem luz

 
À noite, as Centrais Elétrica de Santa Catarina (Celesc) informaram por meio de sua assessoria que em função do temporal, cerca de 35 mil unidades consumidoras estavam sem energia elétrica no Oeste. O pico de interrupções no fornecimento da região foi de 60 mil unidades.

 
Tudo isso, porque as redes alimentadoras Itapiranga, Palmitos, Pinhalzinho, Chapecó, Quilombo, São Lourenço, Xanxerê e Concórdia foram danificadas.
Até as 6h20 desta segunda-feira (2), pelo menos 11 mil unidades consumidoras continuavam sem energia em todo estado, dessas, 4,5 mil eram no Oeste.

 

Fonte: www.g1.globo.com

Comments

comments